Procurar por:
Aprenda como fazer uma análise de concorrência eficiente

Já dizia o filósofo chinês Sun Tzu: “Se você conhece o inimigo e conhece a si mesmo, não precisa temer o resultado de cem batalhas”.

Apesar de a mensagem ter sido pronunciada para estimular guerreiros, é muito válida para ser aplicada na análise de concorrência, afinal o mercado altamente competitivo pode ser comparado a uma verdadeira guerra em prol das vendas e participações em diferentes linhas de negócios.

E como existem concorrentes em todos os ramos e diferentes tipos de produtos para atender as mais variadas exigências, nada melhor do que conhecer muito bem as empresas que estão no mesmo páreo da sua corporação.

Fora isso, é preciso observar os pontos fracos e fortes dos concorrentes, assim como os valores das mercadorias tanto no mercado varejista quanto atacadista.

Pensando em auxiliá-lo a fazer uma análise da concorrência de maneira eficiente, elaboramos este post com 3 dicas imprescindíveis. Quer aprender quais são? Então, venha com a gente!

1. Busque informações sobre a concorrência

Ficar antenado em tudo que diz respeito às empresas que atuam no mesmo ramo da sua corporação é fundamental para você não perder tendências mercadológicas e também presença de mercado.

Busque informações em sites especializados, associações comerciais, no próprio site da concorrente, sem falar com os próprios clientes.

Além disso, consultar blogs e redes sociais também contribui na análise dos produtos assim como as avaliações feitas pelos consumidores, sejam boas ou ruins.

Não deixe de extrair o máximo de informações de determinado cliente que já consumiu com a concorrência para você sair na frente nas próximas vendas. Conheça suas preferências e faça de tudo para atendê-las!

2. Posicione a sua marca

Conhecer quais são as empresas líder de mercado, estabelecendo a sua posição em relação às demais, pode ajudar na busca por inovações no lançamento de determinados produtos.

Ou até mesmo para você obter informações interessantes para investir no marketing que vá atingir eficazmente o seu cliente, sem gastos excessivos para tentar desbancar concorrentes — principalmente aqueles que possuem muito mais investimentos e maior presença de mercado.

É preciso encontrar alternativas para oferecer produtos que solucionem as exigências dos consumidores, com um preço atrativo e qualidade no serviço prestado.

Ou seja, agrade o seu cliente: atitude que pode trazer mais resultados positivos ao contrário de tentar vencer fortes inimigos no quesito mercadológico.

No entanto, o posicionamento da sua marca exige o profundo conhecimento da concorrência, o que pode ser feito por meio da análise dos pontos fortes e fracos, como veremos a seguir.

3. Veja os pontos fracos e fortes da concorrência

Uma empresa pode ter o melhor produto comercializado em milhares de prateleiras no mercado varejista, mas o valor mais alto em relação à concorrência faz com que ele não domine as vendas.

Seja no preço mais alto, na qualidade inferior, no atendimento descompromissado, na distribuição fora dos prazos, enfim, existem muitos pontos que podem limitar as vendas da sua concorrência.

É aí que você tem que elaborar uma tabela para verificar aspectos que podem ser preponderantes para combater e vencer as limitações dos produtos concorrentes.

Estabelecer os pontos fortes das suas mercadorias e conhecer bem tanto os positivos quanto negativos da concorrência faz com que as ações sejam mais certeiras e com melhores resultados.

Análise da concorrência eficiente

Sabendo como atuam seus concorrentes e criando alternativas para se diferenciar no mercado, tendo como base a realidade econômica e de desenvolvimento de produtos da sua empresa, certamente haverá um considerável aumento nas vendas.

Além disso, a análise de concorrência traz dados importantes na criação de campanhas de marketing inovadoras.

Fato que estimula o consumo de um público-alvo muito bem segmentado — e ainda contribui para manter viva a sua marca em uma realidade que se modifica constantemente, independentemente da sua área de atuação.

E aí, gostou do nosso post sobre análise de concorrência? Que tal compartilhá-lo em suas redes sociais? Divida essas informações com amigos e familiares!

5 dicas para vender mais com a volta às aulas

As empresas que comercializam produtos de papelaria dispõem de uma série de estratégias para incrementar as vendas e sair na frente da concorrência. O período de volta às aulas, por ser um dos mais aquecidos desse setor, deve ser muito bem aproveitado para atingir bons resultados.

Apesar de diferentes tipos de negócios usarem métodos variados, estas 5 valiosas dicas podem ser aplicadas independentemente das especificidades de seu comércio. Confira:

1. Ofereça diferentes incentivos

Uma estratégia a ser considerada é oferecer descontos e incentivos durante os períodos de volta às aulas. Elas devem ser diferentes em relação aos dias normais.

É indicado incluir:

  • Vendas surpresa por tempo determinado;

  • Eventos de grandes descontos nos dias imediatamente anteriores ao retorno dos estudantes às escolas;

  • Ou até mesmo amostras gratuitas de produtos de baixo custo.

Além disso, considere oferecer descontos, reembolso ou outros incentivos como parte de um programa de fidelidade para clientes que compram produtos repetidamente; ou um programa de referência para clientes que regularmente encaminham outros para o seu negócio.

Afinal, a intenção é que aqueles compradores captados neste período voltem à loja durante o resto do ano, não é mesmo?

2. Impacte os estudantes nas redes sociais

Crianças e jovens de todas as idades são grandes influenciadores de compras — comprando por conta própria ou tentando convencer os pais de que eles realmente precisam daquela mochila nova.

Seja criativo! Se você é varejista, por exemplo, que tal promover um concurso no Instagram no qual os seguidores postem fotos usando alguns de seus produtos para conseguir a chance de ganhar um “kit volta às aulas”?

3. Atraia os professores

Não limite suas promoções para crianças e jovens. Volta às aulas significa que os professores também voltam a trabalhar — eles constituem um grande grupo a atingir com estratégias apropriadas.

Crie uma campanha especialmente destinada a atrair professores. Por exemplo, que tal promover um cartão presente atrelado à quantidade de estudantes que o professor encaminha para a loja?

4. Promova kits personalizados de volta às aulas.

Os consumidores deste segmento adoram, principalmente, duas coisas: preços baixos e promoções especiais. Vá além e ofereça os dois.

Tenha em mente a estrutura familiar de seus clientes (como a quantidade de crianças e suas respectivas idades). Invista em kits familiares com diversos suprimentos ou aqueles tradicionais “leve 2, pague 1”. Aqui, é interessante aplicar a solução de cartão fidelidade, por exemplo. O mais importante é realizar combinações que se adaptem às necessidades do público-alvo.

5. Disponibilize produtos temáticos

A grande maioria das crianças e jovens têm seu personagem de desenho animado, série, história em quadrinhos ou anime preferidos. Portanto, mantenha-se informado sobre as últimas tendências e aposte em produtos licenciados para atender à demanda de seus jovens clientes.

Ter o seu tema favorito estampado no material é sinal de afirmação da identidade de jovens e crianças no contexto escolar. Muito provavelmente, eles “arrastarão” os pais até sua loja se você oferecer esses produtos durante a campanha de volta às aulas.

Quer receber todas as atualizações sobre as melhores estratégias de vendas para o período de volta às aulas? Então, siga-nos nas redes sociais e não perca nenhuma novidade: Facebook | LinkedIn.